Terrorista italiano Cesare Battisti é preso na Bolívia

Fontes da Polícia Federal (PF) confirmaram a prisão do comunista condenado na Itália por quatro assassinatos

O terrorista e comunista italiano Cesare Battisti foi preso na Bolívia, na cidade de Santa Cruz de La Sierra, interior do país. Battisti está foragido desde 14 dezembro de 2018, quando fugiu para evitar sua extradição à Itália – assinada pelo então presidente Michel Temer (MDB) -, onde possui condenações por atos de terrorismo que resultaram em quatro assassinatos nos anos 70 do século passado..

O terrorista italiano usava uma barba falsa e um par de óculos para se disfarçar, portava um documento brasileiro falso e não apresentou resistência. A prisão foi confirmada por fontes da Polícia Federal (PF) ao jornal O Estado de São Paulo (Estadão).

LeiaMais

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIO

A prisão de Cesare Battisti foi decretada pelo juiz do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux, em 13 de dezembro de 2018. Battisti teve seu asilo assinado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em 31 de dezembro de 2010 – último ato de seu governo – e tinha relação muito próxima, inclusive recebendo ajuda financeira, com o vereador de São Paulo – então Senador – Eduardo Suplicy (PT/SP).


Nos ajude a construir uma mídia independente, apoie o S1N7ESE e receba recompensas e vantagens por isso: clique aqui!


Fontes: Zero Hora Consultor Jurídico
Roberto Barricelli

Roberto Barricelli

Jornalista e historiador. Diretor de Comunicação da Liga Cristã Mundial, foi assessor de imprensa do Instituto Liberal (RJ). Desenvolve estudos nas áreas de filosofia, história e ciência política.

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário
avatar
1000
  Se inscrever  
Notificação de
Próximo post
CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIO