Romênia reconhece Juan Guaidó

Romênia é o 20º país da União Européia a reconhecer Guaidó

Klaus Iohannis, presidente da Romênia, reconheceu nesta sexa-feira (8) Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela. O país preside este semestre o Conselho da União Européia (UE) e, portanto, não pode deixar de se posicionar perante questões geopolíticas relevantes, principalmente depois de a UE ter reconhecido a legitimidade de Guaidó no cargo.

O anúncio foi feito através de nota do presidente romeno, na qual diz que “Klaus Iohannis, como responsável das decisões de política externa da Romênia (…), decidiu reconhecer Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela”.

LeiaMais

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIO

A Romênia se torna o 20º país da UE a reconhecer Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela, em uma decisão de “cuidadosa consideração da situação tanto legal como política e diplomática”, afirma a nota, e que considerou que a maioria dos Estados da União Européia (UE) já reconheceram Guaidó, assim como “importantes aliados na região euro-atlântica”, no caso os Estados Unidos da América e o Canadá.

A decisão foi anunciada um dia após a cúpula do Grupo de Contacto Internacional para a Venezuela, promovida pela UE e o Uruguai, em Montevidéu, na última quinta-feira (7). O GCI pede a realização de eleições presidenciais livres e ofereceu o envio de representantes para se reunirem com o ditador comunista Nicolás Maduro e os representantes do governo de Juan Guaidó, numa tentativa de sanar a grave crise humanitária que assola o país sul-americano.

Segundo a Organização das Nações Unidas ( ONU) ao menos 2.3 milhões de venezuelanos fugiram do país desde 2015, devido à crise social e econômica, que gera falta até de produtos de necessidade básica.


Nos ajude a construir uma mídia independente, apoie o S1N7ESE e receba recompensas e vantagens por isso: clique aqui!


Fonte: Diário de Notícias

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário
avatar
1000
  Se inscrever  
Notificação de
Próximo post