Pais que não vacinarem os filhos serão multados em 500 euros na Itália

Crianças menores de 6 anos podem ser proibidas de freqüentar a escola

Uma lei aprovada pelo executivo anterior da Itália obriga os pais a manterem a vacinação dos filhos menores de 16 anos em dia e estabeleceu multa de 500 euros aos que não cumprirem com essa obrigação estabelecida pela lei. Ainda estabelece que as crianças menores de 6 anos que não estiverem com a vacinação em dia não poderão freqüentar a escola.

A regra passa a valer a partir desta semana, após prorrogação realizada em setembro de 2018 pelo governo atual da coalizão de centro direita formada pelos partidos Liga e Movimento Cinco Estrelas, que se opõe à obrigatoriedade de vacinação. O Ministro do Interior Matteo Salvini sugeriu à Ministra da Saúde Giulia Grillo que estendesse o prazo para que centenas de crianças não fossem prejudicadas, mas a ministra decidiu manter o prazo estipulado pelo decreto de setembro.

LeiaMais

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIO

Até setembro de 2018 era necessário apenas uma ”autodeclaração” feita pelos pais de que as crianças estão vacinadas, agora será necessário a apresentação da carteira de vacinação. A Liga e o Movimento Cinco Estrelas tentaram aprovar uma legislação menos restritiva, mas não obtiveram a maioria necessária.


Nos ajude a construir uma mídia independente, apoie o S1N7ESE e receba recompensas e vantagens por isso: clique aqui!


Fonte: El Mundo

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário
avatar
1000
  Se inscrever  
Notificação de
Próximo post