João Dória apóia PT contra o PSL na disputa a Primeiro Secretário da ALESP

Governador de São Paulo preferiu um candidato do PT a um deputado do PSL e apoiado pela PM

O Governador de São Paulo, João Dória ( PSDB), está apoiando o candidato do Partido dos Trabalhadores (PT), Deputado Estadual Ênio Tatto para o cargo de Primeiro Secretário da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo ( ALESP). A chapa de Tatto é formada pela coligação PT, PSDB – de Dória – e o Democratas (DEM).

O candidato do Partido Social Liberal (PSL), o mesmo do Presidente Jair Messias Bolsonaro, será o Major Mecca. Dória fez sua campanha de segundo turno totalmente voltada a atacar o Partido Socialista Brasileiro (PSB) e seu candidato, o ex-governador Márcio França, como afilhados do PT, e se aproximou das pautas e do eleitorado de Bolsonaro, inclusive lançando o “Bolsodória”.

LeiaMais

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIO

Agora, o Governador de São Paulo escolhe um deputado do PT a um deputado do PSL e saído da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP) para o cargo mais poderoso da ALESP. A deputada Janaína Paschoal (PSL), mais votada da história brasileira, questionou a atitude de João Dória, através de sua página pessoal na rede social Facebook.

“O Governador Dória fez sua campanha acusando o adversário de petista. No entanto, ao apoiar o triunvirato PT/ PSDB/DEM, está apoiando o Deputado Estadual do PT, Sr. Ênio Tatto, para o cargo mais poderoso da Assembleia Legislativa (Primeiro Secretário). O candidato do PSL é o Major Mecca. Por que o Governador prefere um quadro do PT a um quadro da PM? Alguém pode explicar? Poderia alguém da Imprensa pedir para o Governador explicar? Eu não entendo. O discurso só vale para a eleição?”, disse a deputada.


Nos ajude a construir uma mídia independente, apoie o S1N7ESE e receba recompensas e vantagens por isso: clique aqui!


Fonte: Página da Deputada Janaína Paschoal

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário
avatar
1000
  Se inscrever  
Notificação de
Próximo post