Donald Trump condena brutalidade da Ditadura Comunista de Maduro e reforça apoio a Guaidó

Crítica ocorreu durante tradicional discurso presidencial na América

O presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Donald Trump (Republicano), reforçou na terça-feira (5) seu apoio e reconhecimento ao presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó (Voluntad Popular), além de condenar a brutalidade da Ditadura Comunista de Nicolás Maduro, que ataca os próprio povo nas manifestações e prende opositores arbitrariamente.

A principal crítica proferida por Trump foram as políticas socialistas de Nicolás Maduro, responsáveis pela grave crise econômica que assola o país e pela situação de extrema pobreza de grande parte do povo venezuelano. A crítica ocorreu durante o segundo discurso de Donald Trump sobre o Estado da União.

LeiaMais

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIO

“Nós estamos com o povo venezuelano em sua nobre missão de liberdade e condenar a brutalidade do regime Maduro, cujas políticas socialistas fizeram esta nação passar de país mais rico da América do Sul para um estado de extrema pobreza e desespero” , disse o presidente americano durante o tradicional discurso.

Trump também prometeu que “os Estados Unidos jamais serão um país socialista”.


Nos ajude a construir uma mídia independente, apoie o S1N7ESE e receba recompensas e vantagens por isso: clique aqui!


Fonte: Caraota Libre
Roberto Barricelli

Roberto Barricelli

Jornalista e historiador. Diretor de Comunicação da Liga Cristã Mundial, foi assessor de imprensa do Instituto Liberal (RJ). Desenvolve estudos nas áreas de filosofia, história e ciência política.

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário
avatar
1000
  Se inscrever  
Notificação de
Próximo post
CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIO