Crivella coloca culpa dos problemas com a chuva no “Aquecimento Global”

Prefeito do Rio de Janeiro tenta se esquivar de sua parte na culpa pelos problemas estruturais da cidade

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), classificou as chuvas que causaram enchentes e tragédias em sua cidade como ‘atípicas’ e culpou o “ Aquecimento Global” pelo alto volume de água, inesperado pelos órgãos municipais.  

Contudo, o “ Aquecimento Global” é uma teoria defendida pelos cientistas do Painel Climático da Organização das Nações Unidas ( ONU), mas com diversas inconsistências e não encontrada na realidade, uma vez que a temperatura mundial decai, as geleiras aumentam e variações climáticas são comuns na história do planeta. 

LeiaMais

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIO

O próprio efeito das nuvens na regulação da temperatura é ignorado, pois impede um efeito de redoma (ou estufa), como comprovado pelo Professor Doutro Ricardo Felício, da Universidade de São Paulo.  

A declaração de Crivella sugere uma tentativa de se esquivar da culpa que lhe cabe enquanto gestor da cidade do Rio de Janeiro (RJ). 


Nos ajude a construir uma mídia independente, apoie o S1N7ESE e receba recompensas e vantagens por isso: clique aqui!


Fonte: EXTRA

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário
avatar
1000
  Se inscrever  
Notificação de
Próximo post