Bebê de 8 meses é morta por cachorro da casa

Segundo a Polícia Militar a criança estava acostumada a brincar com o cão

Uma bebê de 8 (oito meses) foi morta pelo cachorro da própria casa após brutal ataque que a fez perder massa encefálica e chegar ao hospital em estado gravíssimo. O ataque ocorreu nesta quarta-feira (6) na cidade de Antônio João (MS), dentro da casa da família, na área onde o cachorro da raça Pitbull costuma fica solto.

A bebê sofreu múltiplas mordidas pelo corpo naquela noite, sendo socorrida pela mãe que a levou ao Hospital Municipal, onde deu entrada por volta de 20h40, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu em seguida. Segundo apurou a Polícia Militar, a bebê era acostumada a brincar com o bicho.

LeiaMais

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIO

A mordida de um cão desta raça alcança em média 200 kg de pressão, através de seus 42 dentes, quase a mesma pressão da mordida de um Tubarão Branco (270 kg), com a diferença de que este possui 300 dentes em conjuntos que se assemelham às serras mais cortantes.


Nos ajude a construir uma mídia independente, apoie o S1N7ESE e receba recompensas e vantagens por isso: clique aqui!


Fonte: Dourados Agora
Roberto Barricelli

Roberto Barricelli

Jornalista e historiador. Diretor de Comunicação da Liga Cristã Mundial, foi assessor de imprensa do Instituto Liberal (RJ). Desenvolve estudos nas áreas de filosofia, história e ciência política.

Conteúdo relacionado

2
Deixe um comentário
avatar
1000
2 Tópicos de comentários
0 Respostas de tópicos
2 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Tópico mais comentado
2 Autores de comentários
MarinaAnselmo Heidrich Autores recentes de comentários
  Se inscrever  
mais novos mais velhos mais votado
Notificação de
Anselmo Heidrich
Visitante
Anselmo Heidrich

A questão não é nem porque eu não gosto dos pits (sei que vai ter gente os defendendo), mas que apesar de gostar de cães, desde que eu tive filhos sempre soube da separação necessária entre eles. Mesmo que seja um cão manso, dócil e (até então…) “incapaz de fazer mal a ninguém”. A questão não é esta… Cães são “animais sociais”, i.e., vivem em matilha e respeitam ou obedecem (o que dá no mesmo) ao Alfa de sua matilha, o dono que é, geralmente, um macho, mas não necessariamente. Depois vem outros membros da hierarquia e crianças pequenas, sobretudo… Leia mais »

Marina
Visitante
Marina

Triste isso… Eu e meus irmãos fomos criados desde bebês no meio de cães, gatos, coelhos, galinhas entre outros bichos e nunca fomos feridos por eles apesar do contato estreito com eles.

Próximo post
CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIO