Sobre a construção comunista de uma mentalidade anti-sacerdotes

Há evidente construção de mentalidade anti-sacerdotes, em especial, anti-padres da Igreja Católica, no imaginário popular, que ganha força conforme o Alto Clero da própria Igreja Católica se preocupa mais em fazer política e ser político, do que em defender a instituição e seus fiéis.  

O Professor Olavo de Carvalho fala sobre a importância de verificarmos as origens das idéias que professamos e às quais chamamos de ‘nossas’ idéias. De facto são pensamentos desenvolvidos por nós através de um processo de apreensão de elementos objetivos na realidade concreta e conhecimento adquirido tanto pelos estudos quanto pela experiência?  

LeiaMais

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIO

Da mesma maneira que é impossível haver discípulos sem que haja mestres, ou alunos sem professores, não há idéias sem origem definida. A idéia é resultado de um processo se inicia pela apreensão desses elementos existentes na realidade, através de nossos sentidos, e sua apuração imaginativa, ou seja, imaginamos o Ser acerca do qual especularemos a posteriori.  

O próximo passo é a subdivisão das coisas presentes e das resultantes desse Ser, ao qual chamaremos Sujeito, a fim de descobrirmos quais suas propriedades (tudo o que lhe é inerente enquanto Ser, estando em sua essência), seus predicados (tudo aquilo que imana desse Ser) seus possíveis ou conhecidos acidentes (todas as conseqüências que não fazem parte da essência desse Ser, nem se externam dele, mas podem ocorrer através de sua ação ou da ação de outro sobre ele). 

Para esclarecer, ao olharmos para o céu e enxergamos um tom de azul estamos em contato com algo predicativo, pois não é propriedade do céu ser azul, podendo ser escuro (à noite) avermelhado e até alaranjado com tons de azul, ao pôr e nascer do sol, ou acinzentados em dias chuvosos e nublados, etc., mas todos esses tons predicam dos elementos que compõe o céu. São a esses elementos que podemos chamar ‘propriedade’, pois são próprios do céu, são a essência sem a qual não haveria mais céu – ou, no mínimo, transformaria o céu que conhecemos em outro tipo céu, logo, tipos diferentes, com propriedades diferentes -, mas e os acidentes? 

Neste caso podemos chamar de acidentes as alterações climáticas externas ao céu, ou seja, causadas pelo exercício de outras forças da natureza, como gases emitidos naturalmente pelos oceanos e até a própria chuva, pois não é propriedade do céu, nem mesmo predicasse dele, sendo necessário que a água evapore, suba e se condense, constituindo nuvens densas e carregadas que devolverão essa água em forma de chuva. Se a chuva fosse propriedade do céu, choveria todos os dias, se fosse predicado, não haveria necessidade de que coisas externas como a água dos oceanos evaporassem e interferissem no processo, pois o próprio céu possuiria os elementos necessários para sozinho produzir chuva.  

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIO

Mas o que tudo isto tem a ver com a perseguição revolucionária e a mentalidade comunista contra os sacerdotes da Igreja Católica Apostólica Romana e à própria instituição? Digo-lhes: tudo!  

No começo vos lembrei do ensinamento do Professor Olavo de Carvalho sobre verificar a origem de ‘nossas’ idéias. Quem de vós, que lê este texto, passou por todos esses processos descritos antes de defender uma idéia ou opinião? Há coisas que são evidentes e a apreensão imediata somada ao senso comum, que costumava ser de bom senso, descarta maiores investigações para emitir uma opinião acertada – até porque opiniões desprovidas de verdade, ou que não a buscam sinceramente, são dispensáveis e inúteis, além de prejudiciais a todos os indivíduos que compõe a sociedade -, mas as causas das coisas necessitam desse aprofundamento. Não preciso de todo esse processo para descobrir que uma garrafa azul é azul, mas para entender como funciona o mecanismo que permite que essa garrafa me custe 0,50 centavos, ou por que aqui ela me custa 0,50 e nos EUA 0,10, ou ainda, para entender como foi constituída a civilização e quais suas estruturas necessárias para a proteção e bom funcionamento da mesma, necessitamos.  

Propor alterações sociais, econômicas ou políticas através de opiniões superficiais e adquiridas de outrem, sem nenhuma apuração, desenvolvimento, enfim, sem estudos prévios, apreensão dos elementos necessários e todo o processo descrito, está na essência da mentalidade revolucionária, que pretende destruir o que se coloca à sua frente e substituir por arranjos que atendam aos desejos, paixões e prazeres da classe que as propõe (revolucionários: globalistas, comunistas, jihadistas e liberais).  

É exatamente essa construção superficial que os comunistas alçaram mão para incutir no imaginário coletivo uma idéia anti-sacerdotes, em especial, da Igreja Católica Apostólica Romana. Seja pela distorção da história e narrativas mentirosas que não sobrevivem a quaisquer investigações básicas, ou através de terrorismo psicológico focado em medos antropológicos, ou ainda pelo apelo e incentivo aos prazeres animais mais primitivos e das paixões sensuais do ser humano.  

O exemplo mais evidente é a acusação de que todo padre é um pedófilo em potencial, que todo Bispo e Cardeal é um abafador de crimes sexuais e que a Igreja Católica está sentada no ouro enquanto seus fiéis sofrem as mais terríveis misérias e provações. Primeiro, que quanto à última acusação basta verificar a quantidade de instituições de saúde, educação e assistência social, mantidas pela Igreja Católica em todo o mundo – são milhares -, em comparação com a inércia desses senhores e senhoras que tecem tais acusações, mas são incapazes sequer de dar uma esmola a um morador de rua.  

Segundo, são aproximadamente 583 mil sacerdotes católicos em todo o mundo, fora os que estão por se formar nos seminários, enquanto as acusações não atingem sequer 1% desse total e muitas se referem a queixas antigas, até mesmo dos anos 70 do século XX, num movimento persecutório que busca quantidade de casos para fomentar os ataques da grande imprensa, aliada dos comunistas, globalistas e progressistas/revolucionários em geral. A mesma grande imprensa que teria trabalho para milhões de jornalistas e 24 horas ao dia se cobrisse as ações sócias das milhares de instituições de caridade e assistência da Igreja Católica, mas escolheu cobrir exclusivamente uma quantidade ínfima de abusos. 

Obviamente que abusos devem ser expostos e culpados condenados, mas focar exclusivamente nas acusações e, vejam, somente acusações em quase todos os casos? Dificilmente a grande imprensa noticia casos nos quais os Bispos, Padres etc., são inocentados, e quando faz isso, busca colocar a inocência sob dúvida e sugerir alguma conspiração do Vaticano e/ou da justiça para encobrir um caso de abuso.  

Você já contou ou deu risada de uma piada de “padre pedófilo”? Ora, se sequer 1% deles o são, nem mesmo 0,5%, como pode essa figura do “Padre Pedófilo” se uma caricatura aceita na construção de uma piada? Óbvio que a ‘fama’ de burro dos portugueses, ou das loiras, é também uma construção humorística, mas também possui suas origens, logo, qual a origem da caricatura do ‘Padre Pedófilo’? É uma mentalidade comunista, dado que Karl Marx e seus seguidores têm por prioridade destronar Deus e derrubar as estruturas primárias da sociedade (Família, Igreja e Livre Associação).  

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIO

Verifiquem de onde tiraram essa idéia e o olhar de suspeita toda vez que avistam um Padre a caminhar ao lado de um jovem, e perceberão que não foi de uma análise profunda, objetiva e concreta, mas da introdução desse pensamento através de campanhas da grande imprensa do noticiário e opiniões de “especialistas” que jamais citam o quadro geral, mas só supostos dados e no que lhe interessam. Pode ser que tiveste contacto com algum caso real, mas então, foi um caso dentro de um universo de 1,28 bilhão de Católicos e 583 mil sacerdotes; é o suficiente para uma condenação geral? Ou será que o caso era realmente real e não só uma falsa acusação partindo de uma premissa falsa aceita como verdade e incutida no imaginário coletivo? 


Nos ajude a construir uma mídia independente, apoie o S1N7ESE e receba recompensas e vantagens por isso: clique aqui!


Fontes: Sempre Família Aleteia Observador

Conteúdo relacionado

1
Deixe um comentário
avatar
1000
1 Tópicos de comentários
0 Respostas de tópicos
1 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Tópico mais comentado
1 Autores de comentários
Marcos Martins Peres Autores recentes de comentários
  Se inscrever  
mais novos mais velhos mais votado
Notificação de
Marcos Martins Peres
Visitante
Marcos Martins Peres

Na realidade os comunistas fazem oposição contra tudo o que se refere ao Deus do Cristianismo

Próximo post