Porque a “bênção do bispo” é motivo de preocupação para o grupo Globo?

Bolsonaro já recebeu apoio de diversas lideranças do meio evangélico, mas nenhuma delas causa tanto pavor quanto a bênção do bispo Macedo. O capitão e o Bispo tem um inimigo em comum: a tv Globo.

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) ouviu hoje do bispo Edir Macedo, que sabe o que é ser alvo de ataques da mídia.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIO

“A mídia não gosta dele. Sei o que é isto, sei o que é sentir o Inferno, sentir a pancadaria da mídia marrom [termo pejorativo usado para se referir ao sensacionalismo]. Mas eu estou aqui”, disse Macedo, sorrindo na frase final, para ser aplaudido em seguida pelos fiéis que lotavam o Templo de Salomão, no Brás, região central de São Paulo.

Retomando a palavra, o religioso afirmou que Bolsonaro “vai arrebentar”.

Macedo chamou o presidente ao púlpito e o conduziu para uma oração. Bolsonaro ficou de joelhos, enquanto o líder da Universal mantinha as mãos sobre a sua cabeça.

A oração, disse o bispo, era para o presidente “transformar a nação”. “Se ele [Bolsonaro] fracassar, todos fracassaremos”.

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
ANÚNCIO

A bênção do bispo tem um significado muito mais profundo que o espiritual. A campanha sistemática da tv Globo de desinformação contra o presidente, pode ser prejudicada com o apoio da tv Record, (principal concorrente da tv Globo). A divisão de narrativas, pode desmentir e contrapor muitas das tramas da tv Globo que criou um enorme aparato nos seus telejornais para desconstruir o mito. Por isso, o apoio do bispo ao presidente é motivo de preocupação, já que as armas da Globo é a desinformação.


Nos ajude a construir uma mídia independente, apoie o S1N7ESE e receba recompensas e vantagens por isso: clique aqui!


Deixe um comentário
avatar
1000
  Se inscrever  
Notificação de
Próximo post